Começar é Difícil – Como o Fazer

Mudar é difícil. Toda a gente sabe. Alterar uma rotina já por si é complicado, então alterar um estilo de vida, hábitos de consumo e guarda-roupa torna-se uma mudança bastante profunda, que não acontece de um dia para o outro.

No entanto, à medida que acontece, vão-se notando diferenças. Primeiro na lidação com as pessoas no dia-à-dia, depois naquilo que cada pessoa espera de nós e naquilo que esperamos dos outros.

Sim, é um processo gradual, a não ser que tenham rios de dinheiro para gastar, mas ainda assim, o nosso corpo muda e se perderem peso ou ganharem peso, podem ver-se obrigados a gastar mais do que o inicialmente previsto.

Mas ainda assim, como começar? Como atravessar o lago pantanoso de tshirts grandes demais e calças de ganga rasgadas e chegar à margem? Ao ponto em que temos algo verdadeiramente intemporal, combinável entre si, sempre apresentável e estiloso?

AXx3QORhRDKAMrbb8pX4_photo 2.JPG
Não tenham medo. Elas não têm sentimentos.

A primeira coisa a ter em mente, é que as peças devem poder ser conjugadas entre si, isto é, cada peça deve poder ser usada com várias outras, desta forma conseguem poupar dinheiro e ter sempre algo para vestir, mesmo quando têm muita coisa para lavar.

Devem portanto começar com peças muito versáteis, umas calças sarja tipo chino em azul escuro, que podem ser utilizadas com praticamente qualquer coisa, e camisas casuais azuis e brancas, e polos.

Em termos gerais uma forma muito fácil de subir de categoria é substituir calças de ganga por calças chino e tshirts por polos e camisolas por camisas.

Quer isto dizer que se acabaram com as calças de ganga? Não! Os jeans continuam a ser peças intemporais no vestuário masculino mas nunca de forma habitual ou tentativamente formal. Quanto mais escuras mais formais, e sempre lisas.

Lembrem-se é mais fácil estar bem vestido demais (overdressed) e depois “baixar de escalão” do que ir casual de mais e depois não encaixarmos na ocasião.

Untitled-1
Dois estilos casuais, no entanto bastante diferentes.

Na fotografia acima é fácil perceber a diferença. Temos dois outfits casuais mas claramente um deles é mais adulto e o outro mais teenager.

Não quero com isto dizer que o jovem da esquerda está mal apresentado, para um adolescente está mais que  bom mas será escusado dizer que o cavalheiro da direita está muitos furos acima e está apresentável para uma grande variedade de ocasiões, e parece, logo à primeira vista, ser um homem mais bem sucedido, responsável e prestável.

No fundo, quem não conhecer nenhum dos dois iria imediatamente julgá-los pela aparência, e em circunstâncias normais, garanto-vos que o jovem da direita sairia sempre em vantagem.

Num post futuro irei entrar em detalhes sobre cada uma das peças que mencionei neste artigo. Porquê usar um polo em vez de uma tshirt, ou uma camisa oxford em vez de uma camisola básica, e como vos vai favorecer.

Até lá, sejam sempre o vosso melhor, acima de tudo bons homens.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s